REDESCOBRINDO CUBATÃO: NASCE UMA OPORTUNIDADE

Prestes a ser oficializada como Município de Interesse Turístico, Cubatão pede por uma pequena mudança.

E não estamos falando de mudanças em suas paisagens e monumentos. Trata-se de uma mudança de perspectiva por parte dos moradores, que a partir agora estão convidados a olhar para a cidade com outros olhos. E o pedido para os turistas também é simples: conhecer e incluir a cidade em seus roteiros.  Foi com o objetivo de mudar essa visão e valorizar as belezas naturais de Cubatão que foi lançado o projeto Redescobrindo Cubatão. A ação teve início no dia 27 de setembro – Dia Mundial do Turismo – e tem duas frentes: a realização de exposições fotográficas e a venda de cartões postais com símbolos da cidade. As mentes por trás da iniciativa são do fotógrafo Marcus Cabaleiro, do publicitário Robson Gonzalez e do ativista cultural Kokinho Guerreiro, com a colaboração do jornalista Allan Nóbrega, todos da CKR Postal. O parque Novo Anilinas foi o cenário escolhido para receber a primeira exposição fotográfica com dez imagens, retratando diversos ícones da cidade. A exposição mostrou locais como a Usina Henry Borden, o Cruzeiro Quinhentista e os inconfundíveis guarás-vermelhos, pássaros símbolos dos manguezais. “Kokinho e eu sempre defendíamos que Cubatão fosse reconhecida não apenas pelas indústrias, mas principalmente como um local de fauna e flora surpreendentes, com paisagens que não devem nada às principais estâncias turísticas do Estado. Unimos forças este ano com outros dois profissionais de comunicação atuantes na cidade e apaixonados por esta terra e queremos oferecer um jeito diferente e especial de mostrar esse tesouro inexplorado à população e aos visitantes que vêm à cidade para eventos e reuniões”, contou Robson. A iniciativa começou a tomar forma há um ano e meio.

DO DESAFIO, A OPORTUNIDADE

Cubatão é uma das cidades da Baixada Santista com maior potencial para o turismo. E o que aconteceu foi o seguinte: a Secretaria de Turismo de Cubatão realizou um diagnóstico que constatou que o próprio munícipe precisaria conhecer melhor a dimensão do patrimônio histórico, cultural e ambiental da cidade por meio de ações. “Percebendo essa dificuldade, resolvemos arregaçar as mangas e transformar essa fraqueza em oportunidade. Nesse momento de crise, é por meio do turismo que Cubatão pode e deve se reerguer”, contou Kokinho Guerreiro.

UM MEIO ATEMPORAL

O grupo decidiu usar os clássicos cartões postais para incentivar a indústria do turismo em Cubatão. Segundo Cabaleiro, o foco é mostrar ângulos diferentes e imagens que despertem a paixão dos que moram na cidade em compartilhar essas fotos com seus parentes e amigos de outros lugares. A princípio são dez modelos de postais que destacam paisagens conhecidas, mas também locais pouco lembrados. Os cartões custam R$ 2,00 e podem ser comprados pelo e-mail ckrpostal@gmail.com. Pelo mesmo e-mail, você pode saber mais sobre a exposição e como contratá-la para eventos corporativos e culturais. Empresas interessadas podem patrocinar a impressão dos postais, que terão espaços comerciais reservados nas próximas tiragens. fonte: revista nove

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *