Demi Lovato não teve overdose de heroína, diz fonte ligada à cantora

A cantora pop Demi Lovato foi levada às pressas a um hospital de Los Angeles.

De acordo com o TMZ, ela teve uma overdose e paramédicos a encontraram inconsciente em casa, quando teriam aplicado o medicamento Narcan para rebater os efeitos de opioides que teriam sido ingeridos por ela.

Acontece que na notícia original o site havia dito que se tratava de uma overdose de heroína, mas o próprio TMZ publicou outra nota agora falando que uma fonte próxima à cantora disse que não é o caso.

A fonte não disse qual foi a substância ingerida por Demi Lovato para causar a overdose.

No passado, a famosa cantora pop admitiu que teve problemas com álcool, cocaína e medicamentos controlados, e apesar de comemorar recentemente o período de seis anos de sobriedade, ela mesmo lançou uma música chamada “Sober” onde admitiu que havia recaído.

Leia Também:  Como será o eclipse lunar mais longo do século ‘Lua de sangue’

 Um representante de Demi Lovato deu uma declaração para a Variety dizendo o seguinte:

“ Demi está acordada e com sua família que quer expressar gratidão a todos pelo amor, orações e apoio. Algumas informações sendo reportadas estão incorretas e eles respeitosamente pedem por privacidade sem especulações já que a sua saúde e sua recuperação são as coisas mais importantes agora.

 

“Acordada e Responsiva”

Apesar da ausência de informações oficiais, fontes compartilharam a informação de que Kerissa Dunn, tia da cantora, disse que ela está “acordada e responsiva”. Fonte: tenhomaisdiscosqueamigos




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *