Desigualdade de renda bate novo recorde

O indicador seguiu sua tendência de crescimento dos primeiros meses do ano e atingiu seu maior nível em sete anos, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas publicado pelo Valor. O índice de Gini do rendimento domiciliar per capita do trabalho – indicador que mede a desigualdade numa escala de zero a um, sendo zero a igualdade perfeita – passou de 0,625 no último trimestre de 2018 para 0,627 no primeiro trimestre deste ano. Foi o décimo sétimo aumento trimestral consecutivo do indicador.

Share This:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *